18.6.09

Or so They say

(Pormenor de "Catarina nunca chorou mas descascava cebolas com alguma frequência". Técnica mista sobre madeira. 2004)

Retirou todas as camadas de casca de cebola até obter uma pequena porta em madeira. Ao abri-la ouviu as palavras alheias escavarem-lhe a carne que habitualmente vendia, a troco de meia dúzia de cruzados de prata.

10 comentários:

Isa disse...

Catarina a PECADORA!
O quadro é lindo!

Pedro Bastos disse...

Da meia dúzia de cruzados, guardou três numa meia de ligas remendada e colocou-os debaixo da secretária de trabalho. Os outros dois foram gastos no quiosque da esquina "Fumar mata" por quem lhe regularmente lhe transformava a vida desgastada num macerado mais branco, inspiratoriamente mais branco. O último, esse, trocou-o por um kg de cebolas. Nunca chorou mas não desiste. Por vezes, só uma lágrima de diamante é suficientemente dura para esventrar um círculo vicioso.

Pedro_Berenguer disse...

Isa: Got to love the sinners!

Pedro: Obrigado! A Catarina apreciou a efabulação. :D

Le Inrockuptible disse...

seria bem capaz de usar óculos de sol enquanto descascava cebolas, mesmo que não usasse luvas.

mas chorava sempre que lhe descascavam a pele e a comiam...

ηatalie αfonseca disse...

Quadro lindo. Estou a gostar cada vez mais dos teus quadros!! :)

Gosto muito dos títulos que dás! HEHE! :)))))

Pedro_Berenguer disse...

Obrigado Miss Nat. :D

Natacha disse...

O quadro é estupendo!

Pedro_Berenguer disse...

Hey Natacha. Obrigado! ;)

zeh disse...

Fantástico... :)

Pedro_Berenguer disse...

Olá Zeh. Obrigado! :D