27.9.06

Quando eu for rei

E ao me chamar “menino”, com aquele tom de quem por algum motivo se julga superior a mim, pela centésima vez, dei o meu olhar mais feroz, saltei-lhe em cima e depois de a ter esmurrado até ver vermelho a sujar as carpetes brancas, gritei:
“Off with her head!”

O homicídio nunca fora tão doce ali ou em lugar algum.

10 comentários:

Sof disse...

Quando comecei a ler ia dizer que, no seguimento do título, ia ser rainha... MAS JÁ NÃO QUERO!

ahahahhaha

laury disse...

"menino" tenha calma. ;)

Pedro_B disse...

Eu até me surpreendo às x's com a calma q consigo ter. O pior é qd isto fizer BUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUM.
Mas como vou "estar lá" para ver. Depois dou notícias e digo como foi... se usei as mãos, se foi de tesoura, x-acto, lápis de cor, capa de elásticos, etc. ...Imaginação não falta. Até lá sonha-se com isso.

Assinado: "o menino", desta vez, não da Lua

Nuno Vrrruummmm disse...

miguu, x-actos tenho aki uns bem afiados que corta a cabeça numa "passage" só!!

Pedro_B disse...

Isto se for assim todos os dias até ao fim do ano.. eu corto cabeças mm com a mãe.. sem x-acto.

"ah.. é o menino"

Sof disse...

Uixxxxxxxxxxxx

Sam disse...

aandasss a verrr mt filmeee de reis e rainhass, né?

Pedro_B disse...

Isto da maneira q passou a primeira semana... cortou cabeças mm "à mão".

Pedro Espírito Santo disse...

Eu acho uma maçada matar pessoas porque depois há sangue por todo o lado e não há paxorra de limpar. E ainda atrai moscas ! Que desagradável !

Pedro_B disse...

O sangue que por aí fica é logo metade da piada!
splash splash